twitter


"A musicoterapia busca desenvolver potenciais e/ou restaurar funções do indivíduo para que ele ou ela alcance uma melhor qualidade de vida, através de prevenção, reabilitação ou tratamento" (World Federation of Music Therapy)

Para definir a musicoterapia é preciso definir antes a psicoterapia, que é um instrumento de busca da verdade. A psicoterapia nos leva à busca da verdade dentro de nós mesmos. 

Então, musicoterapia é a utilização da música como instrumento de comunicação em um trabalho de busca da verdade em um individuo.

A música tem vários papéis a desempenhar. Lembra da história bíblica de Davi? Ele tocou harpa para Saul, para que este se acalmasse. Mas isso não é musicoterapia.

Alguns atletas ouvem música para estimular e ter ordem em seus pensamentos. Os hinos nacionais têm essa função também. Eles incentivam os soldados e dá ordem. Outras músicas acalmam, e por aí vai.

Cada um de nós tem um 'ISO' sonoro. É nossa história musical, uma memória musical no cérebro. Uma canção que me acalma, pode não acalmar você, porque cada um de nós tem uma característica única de musicalidade, e cada um desses papéis musicais acontecem em nós de forma diferente.
Ou seja, os papéis da música (acalmar, estimular, etc.) não tem a ver com estilos musicais.

Os estilos musicais são instrumentos nas mãos do musicoterapeuta. Ele não pode ter "gosto musical" em seu consultório, pois precisa trabalhar com a memória musical daquele paciente específico, para uma melhor resposta no tratamento.



Um cego mendigava no caminho que leva a Meca, quando um piedoso muçulmano se aproximou. Perguntou-lhe se o povo estava dando esmolas a ele generosamente, como manda o Corão. O homem mostrou-lhe a pequena lata quase vazia. Disse o visitante:

- O que você escreveu no cartão? - perguntou.
- Escrevi apenas: "Hoje é um lindo dia de primavera, o sol brilha, e eu sou cego".



Do objeto do amor
Sartre escreveu: ä "a liberdade do homem consiste em escolher a própria escravidão". Nós lemos isto e pensamos: "bem, parece que ele tem razão". "Trabalho oito horas por dia e se for promovido, passarei a trabalhar doze. Casei-me e agora não tenho mais tempo para mim mesmo. Procurei Deus e sou obrigado a ir a cultos, missas e cerimônias religiosas. Tudo o que é importante nesta vida - amor, trabalho, fé - termina se transformando em um fardo pesado demais".
Só existe uma maneira de escapar disso: pelo Amor. Amar o que fazemos é transformar a escravidão em liberdade. Se não podemos amar, é melhor parar com tudo agora. Jesus disse: "se teu olho esquerdo te escandaliza, fura-o. É melhor estar cego de um olho, do que fazer com que todo o teu corpo pereça nas trevas". A frase é dura. Mas é isso aí.



Onde é melhor viver
O rei chamou um santo que vagava por seu país e perguntou-lhe quem era Deus. 
- Deus é perdão, e devemos tentar imita -Lo - respondeu o santo. 
Encantado, e disposto a melhorar sua compreensão do mundo espiritual, o rei pediu ao santo que viesse morar em seu castelo, para ajudá-lo a imitar o Senhor.
- Agradeço - disse o santo. 
-Mas se Vossa Majestade me vir beijando sua filha, o que fará?
- Não ouse repetir isto! Mandarei que meus guardas o prendam imediatamente -reagiu o rei, mostrando toda a sua fúria. 
- Enquanto caminho pela natureza, vivo na casa de um Rei (Deus), que me vê cometer cem pecados por dia, e continua a me dar seu amor. 
Como trocar este Rei que me perdoa, por alguém que me prende por algo que nem sequer fiz?


"Vossa Majestade pediu uma definição, escutou-a com os ouvidos, mas não a deixou chegar à sua alma. Siga seu caminho, que eu continuarei seguindo o meu".